<$BlogRSDURL$>

segunda-feira, setembro 08, 2008

Dunga vai ficar 

Diego Corneta

Em sexto lugar na tabela e com o fracasso na última Olimpíada ainda latente, a seleção brasileira estava mordida e precisava ganhar. Ganhou, 3X0 no Chile, lá em Santiago. E o time fez uma apresentação como há muito não fazia. Tudo bem que a defesa do Chile não é lá essas coisas, mas alguns pontos podem ser elucidados a partir da vitória de ontem.

Primeiro: os jogadores gostam do Dunga. Todo mundo sabia que uma derrota custaria a cabeça do treinador. Todo mundo sabe que quando os jogadores não vão com a cara do técnico, eles o derrubam. A seleção correu e jogou com vontade de ganhar o jogo e com vontade de segurar o Dunga. Sei não, por mais turrão e tosco que o Dunga possa parecer, há uma ética meio velada entre os boleiros. Os jogadores o respeitam, eu penso.

Segundo: Dunga descobriu a pólvora! Até que enfim ele entrou com uma equipe ofensiva. Um meia, Diego, dois atacantes que também sabem armar, Robinho e Ronaldinho, e um centroavante nato, Luís Fabiano. É mais fácil marcar gols assim, com jogadores que sabem jogar. Óbvio. Com três ou quatro volantes no meio de campo, como em outros jogos, não dá. Contra a Argentina, o meio de campo tinha Mineiro, Josué, Gilberto Silva e Júlio Batista. O Dunga queria fazer gols como? E ontem, a ordem era para os laterais se adiantarem. Tomara que de agora em diante, Dunga siga jogando assim, para ganhar.

Terceiro: vai ter sorte assim lá na seleção! Na Copa América de 2007, o camisa 10 do time era para ser o Zé Roberto. Ele pediu dispensa, foi cortado e Dunga chamou Júlio Batista. Na semifinal, disputa de pênaltis contra o Uruguai, bastava os adversários acertarem a última cobrança para eliminarem o Brasil. Erraram. Depois, nas alternadas, o Brasil fez e Doni se adiantou 6 metros para pegar a cobrança de Lugano. E adivinha quem foi o nome da final contra a Argentina? Júlio Batista, que tinha sido convocado às pressas...

Depois de muito insistir no Afonso e dar murros em ponta de faca, eis que Dunga o convoca para jogar contra o Uruguai, agora pelas eliminatórias. Afonso se machuca, vem Luís Fabiano, que faz dois gols e salva a seleção de Dunga...

Com a contusão providencial do Gilberto, Kléber ganha a lateral esquerda e Juan foi chamado. Certamente, depois que esses dois começarem a jogar, Gilberto nunca mais será chamado. E olha que ainda tem o Marcelo.

Com a suspensão providencial de Gilberto Silva, Lucas ou Hernanes vão ganhar a vaga no meio de campo. Qualquer um que entrar, dificilmente sairá do time. É a sorte do Dunga. Sua sorte redime seus erros e sua teimosia. Veremos até quando será assim.

2 Comentários:

Torci com todas as forças para o Brasil perder ontem.

Primeiro pq eu nao torço mesmo p/ seleção brasileira.

Segundo que, na minha opinião, o único jeito do Palmeiras não levar esse Brasileirão é o Luxemburgo abandonar o time. Com o Dunga saindo, aumentam as chances do Luxa deixar a porcada na mão.

Pelo visto o jeito é torcer para Grêmio e Cruzeiro continuarem embalados.

By Anonymous Anselmo Trompete, at segunda-feira, 08 setembro, 2008  

Tópicos do Oboé (já tá ficando batido):
a) O Dunga não é técnico mas, se você estiver correto quanto aos jogadores gostarem dele, ele pode chegar à Copa SIM. Com um Brasil com vontade, técnica é o que não falta.
b) Concordo com o Anselmo sobre o Luxa, por isso prefiro que o Dunga fique! Forza Palestra!
c) Nunca fui com a cara do Luís Fabiano, mas não posso negar que deu gosto de ver o segundo gol dele, o terceiro da selecinha, quando ele entrou com força e recuperou uma bola que parecia perdida para fazer o gol.

Abs

By Anonymous Marcos Oboé, at terça-feira, 09 setembro, 2008  

Post a Comment

2 Cornetadas

This page is powered by Blogger. Isn't yours?