<$BlogRSDURL$>

segunda-feira, março 27, 2006

Ponto da discórdia 

Diego Corneta

Eu não vi falta nenhuma, achei que foi uma jogada de corpo normal, tanto que nem o próprio zagueiro pediu falta. Independente de ter sido falta de Tevez ou não, o lance capital da partida entre Palmeiras X Corinthians foi resolvido da forma mais espalhafatosa possível. O juiz deu o gol, a bandeirinha também. Leão reclamou com a Ana Paula e ela fez um sinal chamando o juiz. Depois de uma conversa com a bandeirinha, Cleber Abade voltou atrás e anulou o gol. Ninguém entendeu nada. Depois, ainda falaram que o bandeirinha que "viu" a falta foi o outro, e não a Ana Paula. Tudo bem, se ele "viu", por que não levantou a bandeira? Ou então, por que o bandeirinha não foi falar com o juiz lá no meio da confusão? Foi uma bagunça terrível. Não dá para confiar nas declarações dos três envolvidos, eles podem muito bem ter afinado o discurso no intervalo do jogo. Mas, para mim, o ponto principal foi a omissão do bandeirinha que "viu" a falta. Sua omissão no lance já depõe contra; e usaram o tal do ponto eletrônico para justificar tamanha lambança. Para mim, a Ana Paula pipocou. Ela não marcou a suposta falta, correu para acompanhar o lance e, depois, correu em direção ao meio-campo, validando o gol. Foi pressionada por Leão e pipocou mesmo. E tem outra, foi um golaço!

O jogo já estava complicado, mas depois do lance o juiz se perdeu completamente. Marcus Vinícius deu uma cotovelada em Washington, fez pênalti e merecia ser expulso. Marcinho Guerreiro chutou Gustavo Nery sem bola e não levou nem amarelo, depois ainda fez mais umas duas ou três faltas violentas e também não foi expulso. No lance que originou o gol do Palmeiras, o juiz também inverteu uma falta. Washington puxou o seu marcador (não me lembro que era) e caiu de bunda. Cleber Abade deu falta do corintiano. Edmundo cobrou e, no rebote da trave, o mesmo Washington empatou. O volante Alceu bateu o jogo inteiro e também merecia ter sido expulso. Leão percebeu que o cara já estava fazendo hora extra no campo e sacou-o antes do juiz expulsá-lo.

A arbitragem foi tão ruim que acabou prejudicando os dois times. Mas há algumas questões que são obvias. Por que a Federação resolve testar o ponto justo num jogo da primeira divisão? E ainda por cima na reta final do campeonato! E justo num Corinthians X Palmeiras? Poderia ser num Ituano X Paulista, por exemplo. Corinthians X Palmeiras não poderia ser laboratório para testes por um simples motivo: qual era a experiência anterior dos árbitros com o ponto eletrônico? Zero. Não teria sido mais prudente estrear o ponto em divisões menores, ou em jogos menores? Mas o problema é a megalomania. Queriam estrear a parafernália com um jogo com transmissão na tevê aberta, queriam estrear em um jogo grande. Deu tudo errado. A falta de organização e de massa encefálica nos bastidores do futebol é um problema endêmico. Atinge todo mundo: imprensa, federações, cartolas, empresários, tevês, árbitros, torcidas organizadas e jogadores.

21 Comentários:

Não encontro palavras pra expressar meu descontentamento. Vergonha, palhaçada, picaretagem, burrice, má intenção. Sei lá. Tudo isso ainda parece pouco.

Se houve falta do Tevez no lance anterior ao gol, pq não PARARAM o lance quando isso ocorreu? Não! Esperaram o Tevez marcar o golaço, pra depois invalidarem. Engraçado é que no intervalo o repórter perguntou ao árbritro o que ele tinha marcado. O que ele respondeu? Que "Não podia responder" à ao questionamento do repórter. MEU DEUS!!! É DEVER dele responder, cacete! Isso mostra que NEM ELE sabia o foi marcado!!!

Mais uma vez, pergunto: Cadê os anti-corintianos agora? Aqueles mesmo, que falam do "apito amigo". Cade vc's?

Vergonhoso...

By Anonymous Anselmo Trompete, at segunda-feira, 27 março, 2006  

Presente. Achei o resultado normal.

O trio foi bem e, salvo a invasão de campo, nada a reportar.

Vergonha mesmo foi o penalty no jogo do Guarani... Absurdo.

By Anonymous MAURICIO TUBA, at segunda-feira, 27 março, 2006  

Vergonha, além do gol anulado do Tevez e do pênalti mencionado, foi o Rogério Ceni entregando a rapadura no primeiro gol do Rio Branco. Ele é um ótimo goleiro, mas falha com uma regularidade incrível!

By Anonymous diego corneta, at segunda-feira, 27 março, 2006  

"Ótimo" o Rogério Ceni não é. Ele é no máximo "bom" pq às vezes acerta umas faltas uns pênaltis (ontem ele bateu mal e QUASE errou). Se não fosse isso, média 5 pra ele.
Só os são-paulinos acham que ele joga alguma coisa.

By Anonymous Anselmo Trompete, at segunda-feira, 27 março, 2006  

Bom mesmo é o Marcelo.
Segurança pura.
Tranquilidade acima de tudo.

E que reposição de bola...

Viva Super-boy! O novo Rojas.

Viva!!!

By Anonymous MAURICIO TUBA, at segunda-feira, 27 março, 2006  

O Marcelo é horrível. O Herrera então, nem se fala. Nota 4,0 pra eles.

Para o Ceni... 6,0 tá de bom tamanho.

By Anonymous Anselmo Trompete, at segunda-feira, 27 março, 2006  

Até o Sílvio Luis pega mais que o Rogério! A única diferença é que ele não cobra faltas...

By Anonymous diego corneta, at segunda-feira, 27 março, 2006  

Está no Estadão de hoje. Analisaram as imagens das câmeras que acompanham os árbitros e as trancrições dos diálogos; está provado que bandeira só acusou a falta depois do gol.

Na transcrição das conversas, o cara fala somente depois do gol: foi falta, foi falta". A Ana Paula responde: "não foi, não foi." Mas o cara torna a insistir.

O juiz e a Ana Paula estavam mais próximos do lance e validaram o gol. O bosta do bandeira estava a léguas de distância e anulou depois do gol já ter acontecido!

Prevaleceu uma opinião sobre duas contrárias! E tudo isso depois do gol já ter acontecido!!! Faz tempo que eu não via tamanha incompetência (ou má intenção).

By Anonymous diego corneta, at terça-feira, 28 março, 2006  

Ué...


Mas eu achei que era "Apito AMIGO CORINTIANO".

By Anonymous Anselmo Trompete, at terça-feira, 28 março, 2006  

O apito amigo só aparece quando rola dinheiro, meu chapa.

O Kia não tá "investindo" no Paulistão.

O Rogério é o melhor goleiro atuando no Brasil e foi o melhor goleiro do mundo em 2005.

By Anonymous MAURICIO TUBA, at terça-feira, 28 março, 2006  

E o Edcarlos, o melhor zagueiro.

By Anonymous Anselmo Trompete, at quarta-feira, 29 março, 2006  

Não. Foi o Lugano.

By Anonymous MAURICIO TUBA, at quarta-feira, 29 março, 2006  

Tá... então deixa eu adivinhar quem foi o melhor meia: Danilo, o "Zidane" do Morumbi.

Acertei?

By Anonymous Anselmo Trompete, at quarta-feira, 29 março, 2006  

Não. Foi o Kaká, ex-São Paulo.

By Anonymous mauricio tuba, at quarta-feira, 29 março, 2006  

Viúva do Kaká!



hahahahahaaha...

By Anonymous Anselmo Trompete, at quarta-feira, 29 março, 2006  

E tinha corintiano amigo meu que falava que o Gil era melhor que o Kaká.

Vs. são tudo comédia.

By Anonymous mauricio tuba, at quarta-feira, 29 março, 2006  

Gostei! Vou fazer a "Seleção do Mundo de Todos os Tempos"

1- Gato Fernandez (seguido de perto pelo Rogério Ceni)

2- Zé Teodoro

3- Lugano

4- Embu

5- Dinho

6- Nelsinho

7- Mario Tilico

8- Pintado

9- Lê

10- Sierra

11- Sidney


Timaço esse, hein?

By Anonymous Anselmo Trompete, at quarta-feira, 29 março, 2006  

Quem foi o melhor goleiro de 2005?

By Anonymous MAURICIO TUBA, at quinta-feira, 30 março, 2006  

O melhor goleiro de 2005 foi o Doni. Ele mesmo, o Doni!!!
O cara era reserva no Juventude, saiu e foi ser titular no Roma.
Nunca tinha visto um caso desses!

By Anonymous diego corneta, at quinta-feira, 30 março, 2006  

O Doni é um Rogério Ceni que não bate pênalti.

By Anonymous Anselmo Trompete, at sexta-feira, 31 março, 2006  

Vs. são uns comédia...

By Anonymous MAURICIO TUBA, at sexta-feira, 31 março, 2006  

Post a Comment

21 Cornetadas

This page is powered by Blogger. Isn't yours?