<$BlogRSDURL$>

segunda-feira, março 13, 2006

Desabafo de um corintiano 

Diego Corneta

Chega! Não agüento mais perder do São Paulo! Por mais que eu tente abstrair, pensar em outros assuntos. Por mais que eu me esforce para não ter meu humor afetado por um simples esporte, não adianta. Incomoda-me perder para o Palmeiras, Santos e São Paulo. E muito. O São Paulo está nos devolvendo com juros mais altos que a taxa Selic as derrotas sofridas em 2002 e 2003, quando os tiramos da disputa de três títulos – Copa do Brasil, Rio-São Paulo e Paulista, respectivamente.

E o que mais me incomoda é que esse é o mesmo time que eventualmente enfrentaremos na Libertadores. Digo eventualmente pois não sei se o Timão vai superar nem a primeira fase. Ontem foi um baile. Com o São Paulo jogando e muito e o Corinthians se defendendo como podia. Não conseguia atacar, se posicionava de forma covarde e não conseguiu criar uma mísera jogada no primeiro tempo. O placar das finalizações foi 10X1 para o São Paulo, sendo que a única finalização do Corinthians foi um chute de esquerda do Marcelo Mattos que foi parar perto da bandeirinha de escanteio. Na primeira metade, Rogério não fez uma defesa sequer.

Para um time que sonha em ser campeão da América, é pouco, muito pouco. Tivemos sorte, o placar foi até injusto, uns 3 ou 4X1 ilustraria melhor o que foi o jogo. Na verdade, tivemos muita sorte, até um pênalti a nosso favor, que poderia ter mudado o rumo da partida. Mas falando francamente, um empate ou uma vitória do Corinthians seria uma injustiça daquelas que só acontecem no futebol. Pelo volume de jogo e chances perdidas, se fosse vôlei, teria sido 3 sets a 0 para o São Paulo; basquete fosse, seria uma diferença de uns 20 pontos para o São Paulo. O Corinthians, principalmente no primeiro tempo, não jogou. Entrou mal escalado, mal posicionado e desarticulado. Alguém saberia responder porque o Lopes não entrou com Roger e Ricardinho desde o início? Duvido que haja uma explicação que me convença.

Rogério Cena, ops!, Ceni, adiantou-se e defendeu a péssima cobrança de Rafael Moura

A defesa alvinegra é patética. Além dos zagueiros horríveis e dos laterais que simplesmente não marcam, nossos goleiros são péssimos e inexperientes. Ontem, o Johnny "Super Boy" Herrera soltou bolas incríveis e falhou feio no segundo gol. Qualquer goleiro sabe (até o Doni) que aquela bola do segundo gol é para sair de soco, com o joelho bem alto, para não ter risco. Ou então, dar dois passos à frente, antecipar a cabeçada e deixar o cara trombar para fazer a falta. Ele fez justamente o que não poderia ter feito, ficou parado esperando a bola chegar.

Estão falando em Márcio Bittencourt, dizem que muitos dos jogadores pedem a sua volta. Estão falando em Zetti, estão falando em Oswaldo de Oliveira, Lula Pereira, Joel Santana e Nelsinho Baptista (esses últimos quatro são brincadeiras de mau gosto...). Mas já passou da hora de falar em goleiros e zagueiros. Com essa zaga, não vamos ganhar nada. A não ser tristes experiências.

Piada pronta
Todo mundo já deve ter visto as propagandas do Banespa Santander. Tem uma delas que é especialmente irônica; o Cafu, ao lado do Roberto Carlos, fala assim: "venham fazer parte do melhor banco do mundo". Hmm, Parreira bem que poderia ouvir o apelo e colocá-los no melhor banco do mundo, o de reservas da seleção.

Gato por lebre
Muitos tentaram, mas o último goleiro estrangeiro que deu certo aqui no Brasil foi Rodolfo Rodriguez... Para bom entendedor, mei pala bas.

Johnny Herrera falhando, muita fita e pouco futebol

12 Comentários:

Com esse time de super-heróis (Super-boy, He-man, Gorpo, Homem-fera e etc.), vs. não vão ganhar nada.

E o cabelo Grecin 2000 do Judas?

Não esquenta que o Kia vai anular o jogo no STJD.

Num dos poucos momentos de lucidez, Rosinei pegou a bola no meio (lugar dele), Roger fez uma carícia na bola e que golaço do Nilmar. (Percebam que o Rogério Ceni tira a mão da bola pra não fazer falta e ser expulso.)

Futebol é simples. Os técnicos e cartolas que complicam.

By Anonymous MAURICIO TUBA, at segunda-feira, 13 março, 2006  

O nome original do "Homem-fera" em inglês é "Beast". "Beast", ao pé da letra, é "besta".

O Corinthians tem um "Super-boy" (não sei de onde tiraram isso), um "He-man" (fala sério!), e várias "bestas". Várias!

By Anonymous Anselmo Trompete, at segunda-feira, 13 março, 2006  

Fiquei com dó do Krusty.

Pensando bem, não vamos ter que escutar aqueles gritinhos insuportáveis na lateral do campo.

Nem beijação de santinho.

Sotaque carioca com ar de superior.

Olho tremendo na entrevista.

Esposa-mala e filho-lancheira.

Camisa da sorte.

Pensando bem mesmo, quero que ele se foda.

Podia ir pro Flamengo, que é pior do que se foder.

By Anonymous MAURICIO TUBA, at segunda-feira, 13 março, 2006  

Dó? Foi tarde! Ganhou o Brasileiro no reboque do Márcio, treinou o time por mais de 5 meses e não conseguiu "impôr seu estilo", se é que ele tenha algum...

Agora, falando sério... Esse goleirinho chileno é uma farsa, heim? Em três jogos, eu já o acho pior que o Marcelo!

By Anonymous diego corneta, at segunda-feira, 13 março, 2006  

Se vs. tivesse comprado o Roger (atual reserva do Louco) e o André Dias (zagueiro sem título), seu time tava redondo.

Mas, como a MSI - Moneylaundry Schemes and Incompetence - só negocia fora do Brasil, vai de Super-boy e Sebá.

Vergonha.

By Anonymous Anônimo, at quarta-feira, 15 março, 2006  

Qual Roger? Quem é Louco? André Dias????????????????????

By Anonymous Anselmo Trompete, at quinta-feira, 16 março, 2006  

Roger ex-Flamento e São Paulo.

O Louco é o Fábio Costa. Além de tomar uns remédios estranhos, muda de time sempre que classifica pra Libertadores. Parece que tem medo.

André Dias, ex-Goias, agora no São Paulo. Zagueiro do time do Brasileirão passado e autor do gol no Super-boy.

By Anonymous mauricio tuba, at quinta-feira, 16 março, 2006  

Ô lôco, Mauricio!

Achar que o Tevez não foi o melhor jogador do Brasileirão 2005, vá lá.

Agora, dizer que o time do Corinthians ficaria "redondo" com ALEX DIAS E ROGER já é demais.

Deixe o "anticorintianismo" de lado e dimunua a dose de sua devoção pelo time do Morumbi. Ao menos uma vez pense com a razão de vez em quando, por favor.

"Roger" e "Alex Dias"... só pode estar brincando. Só pode.

By Anonymous Anselmo Trompete, at sexta-feira, 17 março, 2006  

Ops! Quis dizer: "Ao menos uma vez pense com a razão, por favor."


(escrever posts 9h da madrugada dá isso...)

By Anonymous Anselmo Trompete, at sexta-feira, 17 março, 2006  

Disse Roger e A. Dias pq são bons jogadores e estavam disponíveis.

Poderia ser o Diego (ex-Atl.PR) e o André Leone (ex-Goias).

Seu time tinha tudo pra ser o melhor do Brasil e não é, por vários motivos. Talvez o principal deles seja a falta de visão dos dirigentes.

O Robinho é melhor que o Tevez. Só quem é Argentino, Corintiano ou os dois, discorda disso.

By Anonymous Mauricio Tuba, at sexta-feira, 17 março, 2006  

Roger e A. Dias são "bons" jogadores para Goiás, Coritiba, S. Paulo...
Do mesmo jeito que o Herrera e o Sebá tb são.

Disse que o Tevez foi melhor que o Robinho no Brasileiro 2005. Não só eu acho isso, como a maioria dos jornalistas que votou nele como o melhor do campeonato. Será que todos eles são argentinos e/ou corintianos?

By Anonymous Anselmo Trompete, at sexta-feira, 17 março, 2006  

Me desculpe, mas Herrera e Sebá não jogam no São Paulo. Talvez consigam uma vaga no Goias e provavelmente no Coritiba, como fez meu pai.

Não questiono que o Tevez foi eleito. Apenas concordo com o Pelé quando ele disse que, se o Robinho ficasse no Brasil, seria o melhor do Brasileiro.

By Anonymous Mauricio Tuba, at sexta-feira, 17 março, 2006  

Post a Comment

12 Cornetadas

This page is powered by Blogger. Isn't yours?